Efeitos Dissuasórios De Ações Policiais Sobre Roubos Na Região Metropolitana De Porto Alegre

Cristiano Aguiar de Oliveira, Fernanda Lopes Johnston

Resumo


Na última década houve uma redução significativa nos totais de roubos na Região Metropolitana de Porto Alegre com posterior crescimento. Este artigo investiga as relações entre a política de segurança pública representada pelas ações policiais e as variações nas taxas de roubos ocorridos na região neste período. Para isso, se utiliza um modelo dinâmico de séries de tempo, um Vetor de Correção de Erros (VEC) com informações mensais socioeconômicas (Rendimento e Desemprego) e de prisões (Foragidos Recapturados, Prisões em Flagrante por Roubos e por Drogas) no período de 2007 a 2014. Os resultados indicam que existe uma tendência estocástica comum de longo prazo entre as variáveis e que variações nas prisões em flagrante por drogas e foragidos recapturados impactam a taxa de roubos. Há um choque negativo significativo estatisticamente em que se observa que a cada dez presos em flagrante por porte ou tráfico de drogas, há uma redução de quatro roubos neste período enquanto que a cada cem foragidos recapturados há uma redução de 136 roubos registrados na RMPA.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Associação Mineira de Direito e Economia - www.amde.org.br

ISSN 2175-5590